Riachuelo #comprariamasnaotem

Quem acompanha o blog sabe que lancei há algumas semanas a hashtag #comprariamasnaotem, com um objetivo prático de contribuir na inspiração de empreendedores queiram investir num mercado que, segundo dados da Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), cresce 6% anualmente e movimenta cerca de R$ 5 bilhões, divulgado pelo SEBRAE. Dá para ficar de fora do negócio plus size?

A ideia é fazer uma série de matérias em lojas de departamentos, nas quais eu encontro alguns produtos que compraria mas não tem no meu tamanho. A expectativa é que ultrapasse as barreiras do blog e que as pessoas que as pessoas postem a peça em alguma rede social usando a hashtag #comprariamasnaotem na postagem e também marquem o nome da loja em questão. Ou seja, qualquer um pode contribuir com ideias para investidores ou profissionais da moda que procurem informação.

Mas Otávio, como estas pessoas vão encontrar minha postagem?

Estamos na era da informação e o uso das hashtags facilita mecanismos de busca a encontrar outras postagens que usam determinada hashtag. Assim poderá, numa pesquisa rápida nas redes sociais, identificar produtos que tenham uma demanda reprimida e estimular marcas e empreendedores a querer produzir estes produtos. As grandes redes também poderão monitorar e perceber o tamanho real do mercado que está disposto a comprar deles, mas que correm o risco de perder. Não é uma boa ideia?

Quer saber o que eu deixei de comprar na Riachuelo?

Fiz a visita numa loja da Riachuelo e garimpei alguma peças que gostaria muito de ter, de usar e inclusive divulgar para outros se inspirarem. Mas infelizmente, não tive nenhuma novidade. Há anos que visito as lojas na expectativa de aumentarem suas grades, mas nada.

Look Riachuelo #comprariamasnaotem

Esse look achei muito bacana, com uma pequena mais militar e ficaria muito mais massa com o colete que apresento abaixo. A calça skinny nem sempre fica bem no gordo, mas se você provar e se sentir bem, vai fundo. Acho que ela dá conforto e a silhueta fica mais destacada.

 Achei o modelo do colete um dos mais bacanas. Apostaria nele para composições de looks mais depojados, para um cinema, bar com amigos ou mesmo para uma volta no shopping, praça ou parque. Este colete realmente me conquistou, até cheguei a tentar provar, mas não teve jeito, nem mesmo para usar ele aberto. Como a pegada militar está super em voga, ele casa muito bem, mas não só. Uma bela calça mostrada, com uma blusa branca e um gorro, também farão sucesso.

Para dias mais frios ele também iria compor super bem com este tricot mesclado. O tecido é super agradável e a modelagem merece elogios, além de me parecer super quentinho. Tenho certeza que #comprariamasnaotem.

 

Então, não cheguei a fazer um cálculo de quanto a Riachuelo deixou de faturar comigo, mas certamente meu limite do cartão ficaria comprometido. Gostaria de chamar a atenção para a oportunidade de mercado que existe, uma lacuna que poucas empresas e empreendedores já enxergaram, mas que tem muita demanda reprimida. Diariamente recebo mensagens de leitores, seguidores que querem comprar, mas que não conseguem encontrar produtos. Estas redes de varejo que escolhi para fazer esse projeto estão, nas sua maioria, presentes em shoppings centers, mas existe uma grande parcela da população que mora em cidades sem shoppings, mas que graças a internet tem acesso a informação.

Fica meu convite para você se juntar a esse movimento, se você entrar em alguma loja e ver alguma peça que você #comprariamasnaotem, marque a hashtag e a loja, assim conseguiremos sinalizar o que pode dar dinheiro para alguém.

E para quem está se perguntando qual meu manequim, uso calça 48 ou 50 dependendo da modelagem e camisas tenho usado a G2 ou G3, também depende da modelagem. Então se você conhecer alguma marca que teria algum produto similar aos que deixei de comprar na Renner, fique à vontade em comentar abaixo. Também comente se você também já possou por isso. Vou adorar conhecer a sua história.

2 Comentários

  1. Eu compraria, mas não tem!!! Cansei tbm de ir a lojas, e não ter roupas com modelagens bacanas, estampas diferentes, por não ter o meu tamanho! #comprariamasnaotem!!!

  2. […] Quem acompanha o blog, sabe que criei a hashtag #comprariamasnaotem no ano passado e uma das primeiras lojas que visitei e selecionei looks que compraria, foi a Riachuelo. Quem não leu, pode acessar aqui. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *